Por Que Acabou O Carinho?

O encerramento do amor romântico para o casal é uma experiência tão amargurado como, de acordo com as estatísticas, contínuo. De acordo com o Instituto Nacional de Estatística, no ano de 2010 foram quebrados 110.321 casamentos. Isto é, em torno de 300 por dia. E não se contam as separações de casais que não passaram pelo altar ou o tribunal. Outro dado: 25% das pessoas entre 19 e 39 anos destacam sentir-se menos apaixonados desde que se casaram, como se reflete no relatório Casais e casais adolescentes.

Portugal 2009. O maus tempos pro amor romântico? “Imediatamente não sinto o mesmo que, no começo”, “eu tenho sido infiel”, “eu a adoro, entretanto eu não estou apaixonado”, “eu tenho me apaixonado por outra pessoa”, “eu imediatamente não aguento”… Razões pra que um casal se quebre, existem muitos.

Apesar de, claramente, o mais constante seja o término do amor pra, no mínimo, um dos membros da relação. Quando duas pessoas sentem-se atraídas e começam a se apaixonar, “tudo é dado, não há que fazer nada, apenas notar”, explica Anabel López, psicanalista do Espaço Psicanalítico de Barcelona. Mas, como expõe Isabel Menéndez-proença de carvalho, psicanalista e autora do livro A construção do carinho (Círculo), “apaixonar-se é disfarçar o outro com o que nós precisamos.

E isto é um engano que nos fazemos e uma imposição para o outro que é intolerável”. Entretanto o que há dúvida de que se apaixonar sinto. “Quando estamos apaixonados, nosso corpo humano produz mais adrenalina e noradrenalina -explica Luis de Rivera, psiquiatra e diretor do Instituto de Psicoterapia e Investigação Psicossomática-, hormônios que promovem a procura do contato físico. E este exagero hormonal pode durar mais que dois ou 3 anos”.

  1. Dois curiosidades
  2. O juiz detecta a conexão argelina de Arístegui e De la Serna
  3. 4 Solicitação de parar a aplicação da Carta Democrática
  4. Amortização do imobilizado
  5. dois Marketing B2B
  6. Esp. Gestão e Auditoria Tributária
  7. três Natal em Porto Rico
  8. Muñiz chega ao time para ser titular

Quando essa descarga hormonal começa a despachar, outras pessoas lançam tanto menos essa sensação maravilhosa que preferem começar outra vez. Pesa mais o vontade de recuperar este chute neuroquímicas que a vontade de continuar com o casal. Dessa forma que essa fase de paixão acaba.

E necessita cessar. Antes ou depois, faz feito de presença da realidade. A fantasia de que o outro é ótimo cede, “e você começa a ver de perto tuas limitações”, explica Isabel Menéndez-proença de carvalho. Novas pessoas, quando sentem que esse estudo é menos intenso, se frustram e escolhem pôr um ponto conclusão pela relação. Em alguns casos, o amor não dava mais.